Banner

Unifor lança segundo Mestrado Profissional em Direito do Brasil

 Professor titular da Fundação Getúlio Vargas, Luiz Carlos Di Serio promoveu curso com objetivo de capacitar os docentes.

As aulas do curso tiveram início no último dia 9.

 

un248-un16

 

O mercado de trabalho exige, cada vez mais, uma formação qualificada, tanto para setores que não lidam com a docência como para a pesquisa de ponta. Com o aumento das titulações no país, conclui-se que boa parte dos mestres e dos doutores encaminham-se para um destino diferente do ensino superior e, com isso, considera-se a transferência de conhecimento científico para as empresas ou para o mercado. De acordo com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Mestrado Profissional é uma modalidade de pós-graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais nas diversas áreas do conhecimento, mediante o estudo de técnicas, processos ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho. O objetivo é contribuir com o setor produtivo nacional no sentido de agregar um nível maior de competitividade e produtividade a empresas e organizações, sejam elas públicas ou privadas.

 

Pensando nisso, a Universidade de Fortaleza está lançando novos cursos na modalidade Mestrado Profissional: Direito e Administração. As aulas do primeiro tiveram início no último dia 9. Os cursos vão apresentar uma estrutura curricular que enfatiza a articulação entre conhecimento e domínio de metodologia e aplicação de estudo de casos para o campo de atuação profissional específico. Em março, a Unifor convidou Luiz Carlos Di Serio, professor Titular da Fundação Getúlio Vargas para ministrar um curso a uma parte do quadro docente, constituído de profissionais reconhecidos em suas áreas de conhecimento por sua qualificação e atuação em campo pertinente ao da proposta do curso.

 

“O que estamos vendo aqui é que o mestrado profissional é o mestrado voltado para o mercado, não visa muito a pesquisa. Os professores focarão em estudo de casos. O professor da Fundação Getúlio Vargas veio no sentido de passar a experiência dele na questão das aulas de estudo prático, que é o que chamamos de PBL, Problem Basic Learning. Nós, professores, aplicaremos essa teoria mais aliada ao estudo de caso em sala de aula, perguntando aos alunos como agir em determinadas situações. Vamos ver as divergências das soluções. O professor veio no sentido de nos dar uma maior experiência de uma nova metodologia, de Piaget, construtivista e não a narrativa. O professor vai ser o mediador do conhecimento. Vai mediando e os alunos vão produzindo o conhecimento”, afirma o professor do curso de Direito da Unifor, Sidney Guerra.

 

“Nós estamos discutindo a questão da metodologia de ensino e aprendizagem. Existe o mestrado acadêmico, o mestrado profissional, graduações executivas, mestrado e doutorado stricto sensu. São públicos distintos, perfis distintos, com necessidades distintas. Como podemos fazer com que haja uma melhor aprendizagem desses alunos? Estamos discutindo metodologias para isso, para diferentes perfis. Temos o público, que são os alunos que podem ou não estar interessados na pesquisa e no meio do caminho tem os professores. Estou conversando com os eles para aprimorar essa metodologia de ensino”, explica Luiz Carlos Di Serio.

 

O Mestrado Profissional em Direito e Gestão de Conflitos é uma proposta nova e é o segundo mestrado profissional implantado no Brasil. Diferencia-se dos outros mestrados acadêmicos porque é voltado para as necessidades da vida profissional. Para o coordenador do Mestrado Profissional em Direito, Gustavo Raposo, “a ideia é formar pessoas aptas a transformar a sua realidade, a construir soluções avançadas para problemas da vida profissional, a utilizar a ciência e a teoria a serviço da construção de soluções inovadoras no campo do Direito. O curso é de mestrado, reconhecido pela Capes como pós-graduação stricto sensu, mas que é desenhado especificamente para esse profissional do Direito que não necessariamente vai se tornar um cientista, pesquisador, professor, que pode utilizar as ferramentas do mundo da ciência, da pesquisa para se inserir de maneira diferenciada no mercado de trabalho”.

 

O Mestrado Profissional em Administração também será lançado na Unifor. Segundo Milton Sousa, coordenador do mestrado profissional em Administração, o Ceará possui muitas empresas e executivos que precisam de treinamento aprofundado. “Precisamos treinar esses executivos com um aprofundamento maior nessa relação entre teoria e prática, porque um curso lato sensu dá várias ferramentas, mas não aprofunda na teoria. Nosso mestrado vem na lacuna que existe de formação profissional e de ferramental para melhorar o desempenho das empresas. A questão do curso de metodologia do estudo de caso é o formato que o aluno consegue entender melhor os problemas reais e a partir deles ensiná-los a tomar melhores decisões”

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados