Banner

Unifor e Universidade de Lisboa firmam parceria

A aproximação entre as universidades vai permitir a troca de experiências e conhecimentos, por meio de intercâmbio de alunos e professores

 

un249-01

Manuel Meirinho, da Universidade de Lisboa, em visita à Unifor,
é recepcionado pela reitora Fátima Veras e pelo
vice-reitor de Extensão, Randal Pompeu

Cada dia mais presente, a internacionalização do ensino na Universidade de Fortaleza ganha ainda mais força com a assinatura de um acordo de cooperação coma Universidade de Lisboa. As duas instituições estreitam laços, permitindo a partilha de experiências e conhecimento entre alunos e professores, por meio de intercâmbio. A ideia é que, inicialmente, sejam beneficiadas as áreas ligadas à Administração e o Direito.

 

Em abril, o presidente do Instituto Superior de Ciências Sociais e Politicas da Universidade de Lisboa (ISCSP), Manuel Meirinho, veio até a capital cearense para, além de firmar a parceria, conhecer o campus da Unifor. “Já havia contatos anteriores entre as duas universidades, e a ideia desta visita é reforçarmos as relações de cooperação, que fazem parte de um projeto de internacionalização da nossa Instituição. O Brasil é uma das nossas áreas estratégicas, por razões culturais e de afinidade. Esperamos que este passo venha a se concretizar em várias áreas, em particular em duas: as de ensino e de pesquisa”, explica.

 

Ainda segundo ele, somente através da visita foi possível ter uma real dimensão tanto da estrutura quanto dos projetos que a Unifor incentiva e cria, o que acabou sendo uma condição fundamental para que o acordo fosse efetivado. “Há muitas universidades que vêem a cooperação como um número. Isso, em regra, não funciona. Para fazer cooperações a sério é muito importante que os parceiros conheçam as instituições. Não fazia ideia de que a Unifor tivesse esta dimensão, esta organização e estrutura. Vai ser uma cooperação muito frutuosa”, acredita Manuel Meirinho.

 

De acordo com Mauel Meirinho, uma grande vantagem que acabou facilitando a parceira entre as duas universidades foi o fato de o Brasil pertencer à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), além do fato de as duas cidades, Fortaleza e Lisboa, serem geograficamente próximas, se encontrando a apenas 6 horas de distância em voo entre si, o que acaba facilitando o deslocamento dos contemplados pelo projeto. “O Brasil é um grande espaço, um grande mercado. A Unifor é uma universidade muito dinâmica, que apresenta vantagem para nós por ser privada, o que facilita muito os processos de decisão. Estou satisfeito com este polo e com estas magníficas instalações. Vejo que é uma instituição voltada para o futuro e muito aberta à cooperação, em que há boas relações e confiança entre os dirigentes”, avalia.

 

O presidente da ISCSP ainda ressaltou que as vantagens vão além das barreiras das universidades, acreditando que trarão impactos positivos também na sociedade e no mercado dos países.

 

Para o vice-reitor de Extensão e Comunidade Universitária da Unifor, prof. Randal Pompeu, ambas instituições só têm a ganhar com o convênio firmado, principalmente os alunos, que terão oportunidade de aumentar conhecimentos em suas áreas de atuação.

 

“Acreditamos que vamos iniciar pela área de gestão. O programa de Mestrado e Doutorado em Administração está muito interessado nessa aproximação, assim como a área de Direito. Essa visita foi muito importante para nós, para mostrarmos os nossos professores e alunos. A partir daí, as relações vão se criando e se firmando”, pontua.

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados