Banner

Atleta da Unifor representa o Brasil no Campeonato Pan-Americano de Ginástica Rítmica

Vanessa Tavares, no Núcleo Unifor de Ginástica Rítmica participou do campeonato que aconteceu em Daytona, na Flórida (EUA), conquistando a medalha de prata.

O Núcleo Unifor de Ginástica Rítmica está trazendo grandes resultados para o Brasil. A atleta Vanessa Tavares, da categoria juvenil, participou do Campeonato Pan-Americano de ginástica rítmica que ocorreu de 7 a 11 de maio em Daytona, na Florida (EUA), e conquistou a medalha de prata. O núcleo é coordenado por Esther Vieira, presidente da Federação Cearense de Ginastas, e é atualmente composto por três atletas. Além de Vanessa, fazem parte Tárcila Barbosa, também da categoria juvenil, e Sâmilla Peixoto, da categoria infantil.

Vanessa Tavares é a primeira cearense a pertencer a Seleção Brasileira da Confederação Brasileira de Ginástica. A atleta foi convocada em abril deste ano para participar do Pan-Americano, que ocorreu de 7 a 11 de maio, em Daytona, nos Estados Unidos. Segundo a treinadora Esther, Vanessa já esperava ser convidada para participar. “A Vanessa já estava na expectativa de receber esse convite e quando aconteceu me honrou enormemente”. A atleta passou um mês fora do país participando da competição, reunindo-se com a seleção brasileira em Aracaju, onde fica a sede da seleção, para então partir para o local dos jogos.

“A disputa do Pan-americano foi bem complicada, as atletas convocadas tiveram em torno de um mês para treinar para, logo depois, já sairmos com a responsabilidade de representar bem o nosso país. Para mim, foi uma experiência e tanto. Além da honra de ser a primeira cearense a ser convocada para a seleção brasileira, participar de uma competição de alto nível como o Pan e ainda ficar em segundo lugar me deixou bastante contente. Quando fui escolhida para participar, no primeiro momento não acreditei, pois são sempre as sete melhores país. Recebi a notícia numa sexta-feira para, já na segunda-feira partir para Aracaju. Minha família ficou muito feliz”, conta Vanessa.

Encontro de Sucesso - O Núcleo Unifor de Ginástica surgiu com o término do projeto Mão Amiga, da Secretaria de Esporte do Estado do Ceará (Sesporte), iniciativa que propiciava a aproximação de jovens e crianças em situação de vulnerabilidade social do esporte. Esther Vieira, atual treinadora do Núcleo, coordenava a ginástica rítmica da Sesporte e foi convidada para assumir, em 2008, uma turma de crianças, dentre elas, Vanessa. Nos três anos em que permaneceu no Mão Amiga, Vanessa destacou-se junto com Sâmilla e Tárcila. Com o fim do projeto, a treinadora vislumbrou a continuidade das meninas na Universidade, que já oferecia seu espaço para o treino das atletas do Projeto Mão Amiga, além da formação do Núcleo Unifor de Ginástica Rítmica.

“Conheci a Vanessa em um projeto social e, quando ele acabou, pedi ao professor Carlos Augusto Costa (chefe da Divisão de Assuntos Desportivos da Unifor) a possibilidade de dar continuidade aqui na Universidade. Eu vislumbrava a possibilidade de ter meninas de alto rendimento, com futuro na modalidade, treinando aqui na Unifor. E foi isso que aconteceu. Nosso objetivo com o Núcleo é participar de torneios nacionais e internacionais. Por enquanto temos três atletas, todas ela com excelentes resultados”, aponta a treinadora.

O Núcleo Unifor de Ginástica Rítmica planeja crescer. “Nós já trabalhamos com a Escola de Aplicação Yolanda Queiroz com o objetivo de pôr em prática essa ideia, entramos em contato com coordenadores e, assim que terminarmos a programação deste ano, que está um pouco extensa, pois são teremos dois torneios nacionais e o Campeonato Brasileiro Juvenil, o Núcleo será ampliado”. Vale lembrar que a Universidade de Fortaleza sediará, de 8 a 12 de outubro, o Campeonato Brasileiro Juvenil de Ginástica Rítmica. Na oportunidade 150 ginastas de 23 estados se reunirão na Universidade.

“A Unifor tem a tradição de apoiar o esporte e, de alguns anos para cá, vem se engajando cada vez mais em projetos socioesportivos. A Vanessa foi uma semente que foi plantada no Projeto Mão Amiga e que vem se desenvolvendo graças ao seu esforço, ao esforço de sua equipe e da treinadora Esther e à estrutura que a Universidade de Fortaleza oferece. Ela é um dos exemplos de que o esporte é um instrumento de mudança social, e essa é uma ideia que a Unifor reforça constantemente. Ficamos muito felizes em saber de seus resultados bem como em saber que o Núcleo Unifor de Ginástica Rítmica está trazendo grandes resultados para a Unifor e para o nosso estado, que não tem tanta intimidade com a modalidade. É alegria saber que atletas de alto nível estão sendo descobertos aqui”, declara o prof. Carlos Augusto Costa, chefe da Divisão de Assuntos Desportivos da Unifor (DAD).

Sobre a Ginástica Rítmica
A ginástica rítmica é uma variante esportiva derivada da ginástica. O esporte exige que as atletas, que podem competir individualmente ou em conjunto, realizem uma coreografia utilizando os instrumentos corda, arco, massas, bola e fita. A modalidade também é praticada por homens, mas sem a utilização dos instrumentos. A ginástica rítmica faz parte do grupo de modalidades disputadas nas olimpíadas.

SERVIÇO
Para mais informações sobre o Núcleo Unifor de Ginástica Rítmica, entrar em contato com a Divisão de Assuntos Desportivos da Unifor (DAD) – 3477 3143.



Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 239

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados