Banner

Aluno da Unifor é o único brasileiro aprovado no The Foucault Circle

Roberto Josino será o único representante brasileiro no encontro, que tem como objetivo debater o pensamento e a obra de Michel Foucault. O evento acontece em junho, na Suécia.

un238-josinoO aluno do último semestre do curso de Direito da Universidade de Fortaleza, Roberto Josino, recebeu aprovação do seu artigo no The Foucault Circle, evento que reúne anualmente estudiosos e educadores do conhecimento de Michel Foucault, professor filósofo, historiador e ativista francês responsável pelo estudo das relações de poder e análise do discurso e por obras influentes como “Vigiar e Punir” e a “Microfísica do Poder”. De 5 a 8 de junho deste ano será realizado o 14º encontro do grupo. Esta edição ocorrerá na Universidade Malmö, na Suécia. Instituições como University of Massachusetts, Boston College, University of Oregon, University of Essex, Indiana University, Copenhagen Business School, dentre outras, também participam do evento. Roberto Josino será o único representante brasileiro no evento.

O artigo do aluno da Unifor, intitulado “A Práxis e a Política da Polícia Militar nas Favelas Brasileiras – Uma Perspectiva Foucaultiana”, analisa, com base no pensamento de Foucault, a maneira como a polícia militar brasileira, principal órgão mantenedor da ordem e da lei no país, atua nas favelas brasileiras e o efeito de suas práticas, mostrando como a formação e o treinamento da polícia militar, fundado na ideia de “lei e ordem”, acaba por considerar determinados segmentos sociais como inimigos da sociedade e os criminalizam como um todo.

“Busco também analisar determinados dispositivos utilizados a favor da polícia, como os autos de resistência, que são uma denominação utilizada pela polícia para registrar caso de mortes de indivíduos após suposta resistência à prisão. Tais autos acabam servindo para mascarar, sob a alegativa de legítima defesa, o assassinato de um grande número de pessoas, sobretudo moradores de favelas – inocentes ou criminosos. As mortes registradas em tais autos acabam por não ser investigadas nem punidas, mantendo o policial autor dos homicídios impune e demonstrando a existência de um grupo de sujeitos cuja morte não é relevante juridicamente para o Estado, reforçando a ideia que Foucault assinalou de um “Racismo de Estado” em um ambiente precipuamente biopolítico, em que determinadas vidas têm mais valor que outras. Racismo é, nesse contexto, tomado de modo mais amplo. Não apenas cor da pele, mas todo o contexto social, explica Roberto.

O artigo foi produzido especialmente para o evento e será apresentado pelo aluno no dia 7 de junho. “Soube do evento com bastante antecedência, em setembro de 2013 e me interessei bastante, porque Foucault é o meu pensador favorito e eu o vinha estudando há algum tempo, inclusive para o trabalho da monografia. A notícia da aprovação foi recebida com grande felicidade por mim e minha família, que me sempre me incentivou a produzir e escrever”.

Para Roberto, a aprovação no The Foucault Circle é uma oportunidade de estender a sua compreensão no assunto e ampliar a sua bagagem dentro da Universidade. “Essa experiência será muito importante tanto para a ampliação do meu conhecimento quanto para a experiência acadêmica, o que vai ser de grande utilidade, pois a docência é o meu principal objetivo após o término do curso. Penso em cursar um mestrado e seguir alguma linha que envolva filosofia do direito ou filosofia, política e ética”.

Para a coordenadora do curso de Direito, Mariana Andrade, “o evento propõe a reunião de ideias e projetos sobre Michel Foucault de maneira a estimular a participação criativa de alunos de diversas instituições de ensino superior pelo mundo”. A professora conta ainda que Roberto foi seu aluno no terceiro semestre. “Sempre demonstrou excelente rendimento acadêmico, grande disposição para a pesquisa, destacando-se como aluno na Universidade. Os alunos que se destacam têm em comum a sede pelo conhecimento e vontade de sair do ‘lugar comum’, construindo espaços com autonomia e coragem. Ir além das perguntas e respostas e entender a pesquisa como parte fundamental da construção do conhecimento é essencial. Por diversas vezes percebi seu interesse pela pesquisa, pela discussão acadêmica em níveis cada vez mais maduros e, agora, todos teremos a oportunidade de ver a transformação de um jovem estudante em um pesquisador com a capacidade reconhecida internacionalmente“, valoriza a coordenadora.

The Foucault Circle
O Focault Circle é um encontro regular de estudantes e educadores que compartilham um compromisso com a articulação, avaliação crítica, desenvolvimento e uso da obra e do pensamento de Michel Foucault. O encontro reúne estudiosos que submetem documentos sobre todas as linhas de pensamento de Foucault, como também estudos, críticas e aplicações. Nas reuniões também ocorrem mesas redondas. Este ano, as discussões compreenderão os temas “Perspectivas Europeias e Norte-Americanas sobre a Obra de Foucault”, “Perspectivas Feministas sobre a Obra de Foucault” e “Utilizando a Foucaultiana ‘Caixa de Ferramentas’”.

 

Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 238

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados