Banner

Unifor investe em pesquisa e inovação

un238-lab3O Espaço de Desenvolvimento de Empresas de Tecnologia (Edetec) da Unifor funciona como incubadora de empresas de tecnologia, apoiando iniciativas inovadoras e estimulando o empreendedorismo.

Investir em iniciativas empreendedoras e inovadoras. Com a crescente demanda por tecnologia batendo à porta das empresas, a busca por capacitação profissional de qualidade para implementar os negócios é cada vez mais crescente. Pensando nisso, a Universidade de Fortaleza criou, em 2009, o Espaço de Desenvolvimento de Empresas de Tecnologia (Edetec), que tem como principal objetivo apoiar as iniciativas empreendedoras.

Atualmente, o espaço funciona como incubadora de 12 empresas de base tecnológica, com mais de 40 colaboradores, entre eles professores e alunos, que atuam em empresas incubadas e em projetos cooperados com a Unifor. No Edetec, as empresas incubadas contam, entre outros benefícios, com o estímulo ao empreendedorismo e à manifestação criativa, a interação universidade-empresa, por meio do incentivo à associação entre empresariado e pesquisadores, com a capacitação técnica de jovens empresários, assessorias e consultorias especializadas na área gerencial, operacional, mercadológica e legal, visando ao desenvolvimento tecnológico, econômico e social do estado.

A existência de empresas instaladas na Universidade de Fortaleza traz benefícios para o ensino e a possibilidade de estudantes atuarem em atividades profissionais, afirma Ricardo Colares, coordenador do Edetec. “Além disso, a Universidade fornece o ambiente adequado para o desenvolvimento do espírito empreendedor, uma vez que as empresas podem também ser constituídas por alunos. Essas empresas incubadas se destacam pelo caráter inovador de seus produtos e serviços, pois contam com a participação de pesquisadores da Unifor na concepção de seus produtos, oriundos das pesquisas, desenvolvidos na instituição de ensino”, diz.

O Edetec é uma oportunidade grandiosa que a Unifor oferece a seus alunos, professores e à comunidade cearense em geral, fala Roberto Menescal, diretor-presidente da Armtec, uma das empresas incubadas na Unifor. “Em uma época tão difícil como os dias de hoje, desenvolver a inovação, novas tecnologias e aproximar mais o acadêmico do privado, da indústria é algo difícil. O Edetec dá espaço para várias empresas, para que elas desenvolvem seus produtos, suas inovações. E o aluno, onde fica? Bem, o aluno sai da sala de aula e segue para dentro das empresas. Com isso, tem um ganho extraordinário para os dois lados: para o aluno, que viu a teoria e foi à prática, e para a empresa, com a rapidez como essa teoria chega ao dia a dia da empresa”.

Leonardo Ayres, sócio da WikiNova, empresa incubada na Unifor, fala sobre sua trajetória como aluno e a importância do incentivo à pesquisa. “Fiz Computação na Unifor em 99, e logo que concluí fiz mestrado em Informática Aplicada. Com a conclusão do trabalho surgiu a ideia de montar uma empresa para desenvolver soluções. Como não tínhamos experiência na área de vendas e comercial resolvemos nos candidatar a uma vaga de empresa incubada no Edetec. Foi essencial para nós. Já temos projetos com o financiamento do Finep e estamos aguardando o resultado de outros. O intuito da incubadora é que a empresa cresça e siga com as próprias pernas”, diz.

Essa aproximação entre a Universidade e a empresa impacta positivamente na realidade econômico-social de nosso estado, segundo Lilia Sales, vice-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Unifor. “Isso se dá em vários aspectos, como por exemplo em nossos cursos de educação continuada, cursos de curta duração, especializações com ensino voltado em casos reais e disciplinas que desafiam o aluno da pós-graduação a assumir uma postura de liderança e produzir mudanças inovadoras e positivas em pessoas e espaços. Através dos programas de mestrado e doutorado da Unifor, os alunos são direcionados para a resolução de problemas reais no campus, estimulando o desenvolvimento de produtos e serviços que podem gerar inovação, emprego e renda”, afirma Lilia Sales.

un238-eziel-cópiaDEPOIMENTO
“O que me chamou a atenção no meu tempo de busca de cursos foi a abertura do curso de Eletrônica na Unifor. Daí apostamos na Universidade, pois notamos que ela tinha um foco na conexão universidade-indústria, mostrando um dinamismo maior em relação às outras universidades. Soube que a Universidade estava disponibilizando um projeto para incubadas e que ex-alunos, professores e empresários em geral poderiam tentar ingressar no Edetec. Como o apoio da Universidade pudemos abrir a empresa legalmente. Além do apoio físico, a Unifor também nos ofereceu a estrutura de laboratório, que foi essencial para o projeto-piloto que fez com que a empresa fosse viável. Também contamos com o apoio de professores. Isso tudo faz diferença numa empresa iniciante e ainda mais nessa área de tecnologia”.
Eziel Fragoso, sócio-diretor da Cedec Soluções Tecnológicas e ex-aluno da Unifor.

 

 

 

Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 238

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados