Banner

Brics: Autoridades mundiais se reúnem na Unifor

Universidade de Fortaleza sediou o Seminário Preparatório para a a VI Cúpula do Brics. A cúpula reunirá chefes de estado dos cinco países membros do grupo e acontece em julho no Centro de Eventos do Ceará.

un238-IMG_7217Indo na rota dos grandes eventos mundiais que Fortaleza será palco, a Universidade de Fortaleza recebeu, no último dia 29, o Seminário Preparatório para a VI Conferência de Cúpula do Brics, acrônimo criado para denominar o grupo concebido com o objetivo de converter o poder econômico de seus países membros em uma maior influência geopolítica. O seminário teve como objetivo verificar a posição de cada embaixador dos países que formam o grupo antes do evento principal, que acontece em julho, no Centro de Eventos do Ceará, e reuniu representantes dos cinco países formadores do bloco: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. A realização do seminário foi uma parceria entre a Universidade de Fortaleza, através do Núcleo de Estudos Internacionais (NEI), o Ministério de Relações Exteriores e a Fundação Alexandre de Gusmão (Funag).

Hélio Leitão, assessor especial de Assuntos Internacionais do Governo do Estado, ressaltou o interesse da Universidade em buscar o envolvimento da sociedade, pautando o assunto na agenda do Estado. “Agradeço à Universidade de Fortaleza e ao chanceler Airton Queiroz por abraçarem a ideia de promover este seminário e suscitar a discussão e reflexão a respeito do tema. Estamos vivendo um novo cenário da geopolítica mundial, uma etapa em que vence-se o unilateralismo e surgem cinco gigantes na economia global.

Durante o seminário, o Brasil foi representado pelo embaixador José Alfredo Graça Lima, subsecretário de Políticas II do Ministério das Relações Exteriores. Em seu discurso, ele elogiou o evento e ressaltou pontos que serão discutidos em julho na Conferência de Cúpula. “Houve uma excelente organização para o êxito do seminário. Este encontro é frutífero para a integração dos países que formam os Brics. Nesses últimos cinco anos a agenda do grupo foi consolidada e um novo ciclo se abre agora nesta reunião, pois iremos determinar os próximos cinco anos de atuação. Precisamos consolidar alguns pontos, entre eles a formulação de uma agenda de cooperação financeira entre os membros do grupo e outros países”.

O presidente da Funag, embaixador Sérgio Eduardo Moreira Lima congratulou a Unifor pelo esforço da Instituição em propiciar aos alunos conhecimentos sobre as articulações internacionais. “Gostaria de agradecer a calorosa acolhida da Universidade de Fortaleza e parabenizar a Universidade pela iniciativa de desenvolver um grupo de estudos de assuntos internacionais. O Brics representa 42% da população mundial e isto lhe oferece influência e impacto no cenário mundial. Logo, é de grande importância que os alunos se inteirem e se interessem pelos diálogos estabelecidos entre os países”.

Representando a Rússia, esteve presente o embaixador da Federação da Rússia no Brasil, Sergey P. Akopov. A República da Índia apresentou seus pontos com o embaixador da Índia no Brasil, Ashok Tomar. O embaixador Li Jinzhag falou em nome da República Popular da China. Já a África do Sul foi representada pelo embaixador da África do Sul no Brasil, Mphakama Mbete.

Um dos principais pontos de discussão do evento foi a criação e a implementação de um banco de desenvolvimento dos Brics, onde os membros do bloco terão o controle sobre a maioria das ações e os recursos serão utilizados para o financiamento de projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nesses países e em outros. A ideia deverá ser formalizada na Conferência de Cúpula, em julho.

“O seminário reflete, em primeiro momento, a crescente influência do Brasil no sistema internacional e nos destinos da humanidade. Em segundo momento, mais que uma articulação das instituições organizadoras do evento, significa um diálogo promovido entre uma respeitada instituição acadêmica e diversos segmentos sociais, proporcionando uma pioneira contribuição ao desenvolvimento e ao progresso do Ceará e a inserção da cidade de Fortaleza no rol de grandes eventos acadêmicos internacionais”, acredita o coordenador do NEI, prof. Walber Muniz.

 

Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 238

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados