Banner

espaço DCE | Em memória à resistência do regime militar

Entre o fim de Março e o início de Abril, relembramos o Golpe de 1964, onde se instalou o Regime Militar em nosso país por 21 anos. O movimento estudantil foi um dos pilares mais fortes na oposição ao regime, protestando, montando e liderando grupos opositores.

Hoje, 21 anos depois do fim da Ditadura Militar no Brasil, ainda vivemos em uma sociedade injusta, comandada por poucos, com índices de violência altos e de educação baixos. Novas faculdades e universidades nasceram, cursos deixaram muito de sua teoria e ganharam prática, deixando um pouco de lado o raciocínio, o senso critico, afastando cada vez mais os jovens de suas responsabilidades sociais e políticas e ingressando-os no mercado de trabalho com mais ‘experiência’. Durante alguns meses de 2013, os jovens voltaram a protestar, voltaram às ruas, mas a falta de uma liderança, de um objetivo inicial, enfraqueceu os protestos.

As diferenças entre a época do Regime Militar e a dos dias atuais são várias. Há diversas distrações midiáticas, excesso de informação, superexposição das rede sociais, tudo parece afastar os jovens de seguirem os seus direitos. Mesmo assim, jovens ainda se agregam a movimentos estudantis e formam Centros e Diretórios Acadêmicos. Apesar de tudo, em instituições particulares, são raros os que realmente se interessam em fazer parte de alguma militância, entram e saem de suas aulas sem realmente viver outros movimentos da experiência universitária.

Nós do DCE Unifor, gestão De Cara Nova, convidamos todos os alunos a conhecerem melhor o movimento estudantil, a fim de tentar melhorar nossas condições como alunos. Nossa vida acadêmica sempre pode ser melhor, e é isso que buscamos. Que nomes como Edson Luís de Lima Souto, estudante secundarista, morto pela ditadura militar, não fique apenas em vão, que represente algo pela nossa classe, que represente quem, em tempos difíceis, lutou por nós, por nossos direitos. Que em memória a todos que lutaram contra o Regime, possamos melhorar cada vez mais a nossa vivência dentro da Universidade e que, juntos, tenhamos força para conquistar mais, como nosso restaurante universitário, a volta da Calourada para integrar os alunos, novos laboratórios, reformas nas salas antigas, enfim, conquistar um espaço cada vez melhor para nós, alunos.

NOTA DA EDITORA: Esta coluna é de autoria do DCE da Unifor e foi enviada pela Gestão DCE de Cara Nova.


Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 237

 

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados