Banner

Unifor promove oficina de reciclagem para a comunidade do Dendê

un237_05Moradores da Comunidade do Dendê e pais de alunos da Escola de Aplicação Yolanda Queiroz participaram, entre os dias 26 a 29 de março, de uma oficina de reciclagem, ministrada por profissionais da Associação dos Moradores e Pequenos Agricultores do Bairro Bezerra e Sousa, localizada no município de Tauá. Durante a oficina, os participantes aprenderam a fabricar vassouras de forma artesanal, utilizando como matéria-prima garrafas pet.

A oficina é fruto de visita realizada a Tauá em 2013, quando a Universidade de Fortaleza firmou um termo de cooperação técnica com a Prefeitura daquele município cearense com o objetivo de desenvolver pesquisas e capacitar profissionais, além de compartilhar experiências de convivências comunitárias. “Durante a visita, um dos projetos que mais chamou a atenção do Dr. Airton Queiroz foi o processo de reciclagem que eles têm lá, em especial a reciclagem da garrafa pet”, conta o vice-reitor de Extensão da Unifor, prof. Randal Pompeu.

A partir daí, a Universidade entrou em contato com o projeto Recicla Tauá, cuja sede fica na Associação dos Moradores e Pequenos Agricultores do Bairro Bezerra e Sousa, e fez o convite para que o curso fosse ministrado na Universidade, em especial para os moradores do Dendê. “Inicialmente selecionamos 20 pessoas da comunidade. O curso tem total apoio da Universidade de Fortaleza e é um projeto social de grande relevância, pois tem como principal objetivo criar capital social, auxiliando os moradores do Dendê a terem uma fonte de renda a partir da reciclagem”, aponta Pompeu.

Como incentivo para o projeto, a Fundação Edson Queiroz está reformando o Centro Comunitário do Dendê, que servirá de espaço para realização do trabalho. Enquanto a reforma não é concluída, os alunos irão treinar e produzir o material no campus da Unifor.

De acordo com o chefe da Divisão de Responsabilidade Social da Unifor, Carlos Eufrásio, logo que a reforma no Centro Comunitário for concluída, as máquinas para a produção das vassouras serão transferidas. “Dessa forma a própria comunidade poderá gerir o seu negócio”.

Carlos Eufrásio destaca ainda a responsabilidade socioambiental como um dos fatores relevantes da ação. “Um dos grandes problemas hoje no mundo é a questão do lixo, dos resíduos. A oficina, tanto para a comunidade quanto para a Universidade, é um grande ganho, pois ao invés de encaminhar o material para os aterros sanitários, estamos reaproveitando para produção de vassouras e material de artesanato”, destaca.

De acordo com Danúzio Kennedy, coordenador de produção do Recicla Tauá, o projeto leva oficinas de reciclagem de acordo com o interesse de empresas ou instituições. “Nosso projeto é um empreendimento social sustentável de economia criativa, leva em conta a questão da inovação, do empreendedorismo com relação ao produto ecológico. Aqui na Unifor trabalhamos o cooperativismo. Se um grupo não trabalhar em função do outro, não vai pra frente, e é isso que viemos mostrar para a comunidade”.

“Aqui vejo pessoas da comunidade do Dendê serem qualificadas em uma caminhada por melhores condições de vida. Cada um que participa tem a chance de ter uma vida melhor, transformando o que está aprendendo em trabalho. Estou emocionada pelo que sei que vai acontecer: as pessoas usando sua mão de obra, ganhando seu dinheiro”, acredita Antônia Agostinho, aluna do curso.

un237_06DEPOIMENTO
“Estou achando o curso muito bom. Espero que vá trazer melhorias e oportunidades para mim, para a comunidade. O retorno vai ser bom. Espero produzir, vender e, cada vez mais, progredir”.
Sueli de Araújo Souza, aluna do curso




Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 237

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados