Banner

Programa de Monitoria Institucional da Unifor: primeiro passo para a docência

Um passo importante para aqueles que querem se iniciar na pesquisa cientifica ou sonha em entrar na sala de aula como professor é engajar-se no Programa de Monitoria Institucional que a Universidade oferece nas diversas disciplinas dos cursos. Ele tem como objetivos propiciar ao aluno a oportunidade de participar ativamente da execução de projetos e da vida acadêmica, ampliar conhecimentos, além de incentivar a melhoria no processo de aprendizagem das disciplinas e na relação com colegas e professores.

Os alunos que se interessarem podem escolher entre as duas modalidades que o programa de monitoria oferece: a voluntária ou a institucional. Nas duas opções, há um plano definido pelo professor da disciplina e que deve ser seguido pelo monitor conforme as suas instruções. Para candidatar-se à monitoria voluntária, o aluno deve ter cursado a disciplina objeto da monitoria; possuir média global igual ou superior a 7,0 (sete); e não possuir outro tipo de bolsa ou benefício.

Na monitoria institucional, há o consentimento de bolsas para os monitores, com duração de um ano, podendo ser renovadas, válidas para alunos que não tenham qualquer outro tipo de benefício. O candidato para esta modalidade deve estar regularmente matriculado na Universidade, do segundo ao antepenúltimo semestre, ter cursado a disciplina objeto da monitoria, possuir Performance de Média Global (PMG) igual ou superior a 7,0 (sete), média igual ou superior a 8,0 (oito) na disciplina objeto da monitoria e não apresentar reprovações no histórico escolar. O aluno deverá cumprir uma carga horária de 12 horas semanais.

O processo de seleção para ser um monitor é composto por duas etapas: prova escrita de conhecimento da disciplina escolhida e entrevista individual com os classificados na prova. As datas e horários das seleções são divulgadas semestralmente por cada Centro.

“Entrei no Programa de Monitoria neste semestre, 2014.1. Sentia falta de algo que pudesse me dar a chance de entender o processo de docência. Uma vez participei de uma seleção de estágio onde a monitoria contava muitos pontos, então decidi agregar isso ao meu currículo. Ter a experiência da vivência em sala pelo ângulo de monitor é muito novo e interessante para mim, me faz sentir responsável pelas pessoas que eu oriento. Estou gostando muito da experiência e a cada dia me sinto mais atraído pela docência. Entrar em sala de aula, não como aluno, é algo fantástico, e ter a chance de trocar conhecimentos com alunos do primeiro semestre, que são maioria na disciplina que monitoro, é muito legal. A troca de experiência e a divisão de conhecimentos é 100% atrativa e fantástica”, defende Pedro Motta, aluno do sexto semestre do curso de Jornalismo e monitor da disciplina de Língua Portuguesa I.

A orientadora de Pedro, profa. Elane Pereira, concorda que, além do auxílio na formação dos colegas, o monitor ganha na própria formação. “O monitor já chega com a bagagem da disciplina que ele cursou, mas aprende ainda mais ao trocar e interagir com os alunos. É uma grande oportunidade de crescimento. Já para mim, como docente,ter um monitor significa estar mais próxima dos alunos. O monitor é uma ponte que me aproxima deles, que contam com outra figura para auxiliá-los além do professor”.

“Os benefícios do Programa de Monitoria são muitos. A monitoria é um processo voltado para o desenvolvimento de habilidades e competências para a formação de uma carreira docente. O Programa, porém, não é voltado somente para o aluno que quer ser professor em uma faculdade ou universidade. O interessante da experiência é que muitas habilidades da profissão de professor são aplicáveis também a outros cenários. Por exemplo, identificar problemas no desenvolvimento da aprendizagem, trabalhar em equipe, planejar, organizar, a oralidade, a produção de conhecimento. Além disso, a monitoria possibilita ao aluno o aprofundamento do conhecimento em diversas disciplinas. Se o aluno é monitor de uma disciplina de Direito Constitucional, por exemplo, ele vai acabar se aprofundando no assunto e enriquecendo o seu currículo. A monitoria também representa uma porta de acesso à pesquisa, pois à medida que o aluno se aprofunda em uma determinada área, começam a surgir as dúvidas, os interesses e a necessidade de investigação cientifica. Já para o aluno que quer ser professor, a monitoria é muito valorizada por várias instituições e ter no currículo essa prática representa um passo à frente”, acredita o vice-reitor de Ensino de Graduação, prof.Henrique Sá.

Fique atento para o período de inscrições para o Programa de Monitoria Institucional. Elas podem ser realizadas através do Unifor Online (www.unifor.br).

 

Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 236

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados