Banner

Estrutura esportiva campeã para uma formação completa

Na Unifor, alunos aliam momentos de aprendizagem, lazer e saúde por meio dos projetos que incentivam o esporte como base para a vida pessoal e profissional. Entre os resultados, destaque para os atletas de alto nível que representam a Instituição em competições nacionais e internacionais.

233_esporte3
Mais uma vez, a Universidade de Fortaleza participará dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs). A 61ª edição da competição acontece de 23 de outubro a 3 de novembro, em Goiânia. A Unifor levará uma delegação com mais de 80 atletas, nas modalidades vôlei feminino, basquete feminino, futsal masculino e feminino, handebol masculino, atletismo, natação e judô. As equipes representarão o Ceará naquele que é considerado o maior evento esportivo universitário da América Latina, reunindo cerca de 3 mil atletas dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal. “Estamos muito otimistas com a possibilidade de nos mantermos entre as dez melhores instituições de ensino na área do esporte no país”, afirma Carlos Augusto Costa, chefe da Divisão de Assuntos Desportivos da Unifor.

Ao todo, a Universidade mantém nove projetos esportivos ligados à Confederação Brasileira de Desporto Universitário, realizadora dos jogos, possibilitando aos alunos se engajar em atividades desportivas orientadas. São beneficiados diretamente cerca de 150 alunos/atletas, dos quais 95 estão inseridos no sistema de incentivo acadêmico por bom desempenho atlético e acadêmico. Eles participam de competições regionais, estaduais e nacionais nas modalidades atletismo, natação, vôlei, handebol, basquete e futsal, além de eventos como o GP Internacional de Atletismo, Desafio Unifor de Esportes e Corrida de Rua, que atraem para a Instituição milhares de participantes.

O trabalho realizado pela Universidade no âmbito esportivo tem proporcionado excelentes resultados. As equipes de futsal masculino e feminino, por exemplo, consideradas de alta performance, foram por duas vezes vice-campeãs brasileiras universitárias. Já a equipe feminina de atletismo conquistou medalhas em nível nacional em outras competições. As demais modalidades sempre figuram entre as dez melhores do país. Outros esportes, como tiro, judô e triathlon, também recebem investimento, por meio dos Projetos Especiais. Atletas que apresentarem alto rendimento nessas modalidades também têm a chance de representar o estado em competições nacionais.

“O esporte sempre foi incentivado pela Universidade, não apenas como atividade de extensão, mas também como complemento à formação do aluno e do próprio ser humano. Aqui, os atletas têm a oportunidade de participar de grandes competições e temos nos destacado nesse meio. Ressalto ainda a utilização do esporte como ferramenta responsabilidade social, realizada aqui por meio de projetos como a Escola de Esportes, que absorve crianças das comunidades do entorno do campus. Através dessa e de outras atividades, a Unifor é reconhecida como uma das maiores incentivadoras da prática esportiva do estado”, afirma o vice-reitor de Extensão, prof. Randal Pompeu.

233_esporte4Esporte como formação humana
A Unifor entende o esporte como essencial para a formação do indivíduo, numa prática que alia momentos de aprendizagem, lazer e saúde. Através da Escola de Esportes, a Universidade recebe jovens de 7 a 17 anos que desejam se engajar numa prática esportiva, utilizando uma abordagem integrativa e lúdica, de forma que o esporte não seja apenas um elemento de desempenho, mas também de desenvolvimento humano. A escola é formada por professores da graduação e da extensão e por alunos do último período do curso de Educação Física. Atualmente, mais de 300 crianças participam da Escola, treinando duas vezes por semana no Parque Desportivo Unifor. “Derivam desse projeto vários artigos científicos de alunos e professores, gerando não apenas uma atividade esportiva, mas uma atividade social, científica e de formação profissional”, explica o prof. Carlos Augusto.

Incentivo aos novos talentos
A Unifor possui o Centro Nacional de Treinamento de Atletismo (CNTA), com mais de 150 jovens que fazem iniciação ao atletismo. A partir da equipe de iniciação, é selecionado um grupo de 20 atletas de alta performance. Os atletas contam com uma equipe multidisciplinar formada por profissionais de psicologia, medicina, educação física, massoterapia e fisioterapia. Além disso, existe apoio em relação a alimentação, hospedagem, atendimento médico e, ao ingressarem no ensino superior, incentivo nos estudos.

Parque Desportivo com padrão internacional
O Parque Desportivo Unifor conta com uma estrutura moderna, dentro dos padrões das confederações brasileiras e até internacionais de cada modalidade esportiva. Nele são oferecidos equipamentos e instalações que estimulam a prática esportiva, promovem a revelação de novos talentos, complementam as atividades acadêmicas, sediam projetos sociais e abrigam eventos de porte regional, nacional e internacional.

O Parque Desportivo reúne ginásio (com três quadras esportivas), piscina semiolímpica, estádio de atletismo, complexo de quadras de tênis, campos society, quadra de areia, área de arremesso e lançamento e academia. Laboratórios de avaliação física, anatomia, fisiologia humana, histologia, cinesiologia e informática também estão à disposição dos alunos e atletas.

Como fruto dessa infraestrutura, a Unifor está na lista das sedes do guia oficial de locais de treinamento a serem definidos para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O guia foi lançado em 30 de julho, pelo Comitê Organizador da Olimpíada de 2016. Na Unifor, foram disponibilizados locais para prática de atletismo, basquete, handebol, tênis e vôlei. Mais de 170 instalações, de mais de 70 municípios diferentes, estão pré-selecionadas pelo COI. A escolha definitiva dos locais será anunciada no início do próximo ano. Vale lembrar que a Unifor foi escolhida pela Fifa para servir de centro de treinamento, em Fortaleza, das seleções durante a Copa das Confederações. Treinaram no campus as delegações do México e da Espanha.

233_esporteDEPOIMENTO

“Este ano, quero repetir as conquistas do ano passado, em que fui escolhida a melhor atleta universitária. Quero trazer três medalhas de ouro. O JUBs é um evento muito grande e eu quero honrar a Unifor. Participar é uma preparação para as Olimpíadas Universitárias de 2016”.

Gilailce Trigueiro
Aluna do 4º semestre do curso de Educação Física e atleta do heptatlo.
Ela participará dos JUBs 2013.





SERVIÇO
Divisão de Assuntos Desportivos
Informações sobre projetos esportivos desenvolvidos na Universidade: 3477 3143.

 

Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 233

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados