Banner

Chanceler recebe Medalha Barão de Studart

A homenagem foi feita pela Academia Cearense de Letras e destacou a contribuição de Airton Queiroz à cultura do estado. O evento reuniu prestigiadas autoridades cearenses

225mesa-medalha

225chancelerO presidente da Fundação Edson Queiroz e chanceler da Universidade de Fortaleza, Airton Queiroz, recebeu no último dia 5 de novembro a Medalha Barão de Studart, concedida pela Academia Cearense de Letras. A solenidade, promovida no Dia da Cultura, reuniu autoridades e empresários estaduais, amigos e familiares do homenageado, e contou com a participação da Camerata Unifor. A condecoração foi dada em reconhecimento pelo trabalho de incentivo à cultura no estado.

“Criamos essa medalha para perpetuar a figura de Barão de Studart e para homenagear pessoas que realizam trabalhos distintos pela cultura do Ceará como um todo. Pensei no nome dele, submeti-o aos demais colegas, e a sugestão foi acatada por unanimidade por razões óbvias. O chanceler já é reconhecido fora do Brasil e nos associamos a essas homenagens”, afirma o presidente da Academia Cearense de Letras, Pedro Henrique Saraiva Leão.

“A medalha se deve ao incentivo que o chanceler dá à cultura e à arte no estado. Airton Queiroz é um mecena. Mecenas são pessoas que promovem a literatura, a cultura. E o chanceler promove na Unifor exposições e peças teatrais mais do que todas as universidades cearenses juntas. Isso é uma atitude mecena e por isso a Academia Cearense de Letras ofereceu a medalha”, acrescenta o professor da Unifor e ocupante da cadeira de número dois da Academia Cearense de Letras, o escritor Batista de Lima.

Em seu discurso, o acadêmico e ministro do Superior Tribunal de Justiça Napoleão Nunes Maia afirmou que a medalha oferecida ao chanceler era merecida e justa. “Vossa excelência é um indiscutível fazedor de projetos impossíveis, porque deu continuidade à obra perene de seu pai, Edson Queiroz, e ampliou os horizontes de seus sonhos, rasgou até às nuvens seu pensamento, nisso se ombreando com os grandes homens do nosso passado histórico, hoje presentes nas nossas homenagens e nas nossas lembranças. Digo que não são apenas as múltiplas empresas que o seu tirocínio dirige, nem os empregos que gera, nem as vagas universitárias que cria – embora isso já seja motivo bastante para merecer esta medalha –, mas é também e sobretudo pela sua cuidadosa valorização das coisas da cultura, pelas exposições de obras de arte que realiza, pelas promoções que trazem a Fortaleza pessoas do mundo empresarial, do mundo político, do mundo das artes, de outros mundos e de todos os mundos, para comunicarem sua cosmovisão, sugerir projetos e propor diretrizes: esse é o seu diferencial, chanceler, seu brilho peculiar e distinto, ou sua grande marca”.

A Medalha Barão de Studart foi criada em 2009 pela Academia Cearense de Letras e representa a mais alta distinção científica e cultural do Ceará. O chanceler é a segunda pessoa agraciada pela comenda; a primeira foi Beto Studart, bisneto do Barão de Studart, em 2010. A Academia Cearense de Letras é a mais antiga instituição do gênero no país, fundada em agosto de 1894.

Barão de Studart
Guilherme Chambly Studart, o Barão de Studart (1856-1938), foi médico e historiador. Foi também fundador e membro de várias instituições, entre elas a Academia Cearense de Letras, o Instituto do Ceará, o Centro Médico Cearense, o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, o Instituto Histórico e Geográfico da Bahia, o Centro Literário, a British Medical Association, a Sociedade de Geografia de Paris e a Sociedade de Geografia de Lisboa.

É autor de inúmeros trabalhos nas áreas de medicina, línguas, geografia e principalmente história. Em 1878, após a morte do pai, John William Studart, herdou o título de vice-cônsul britânico no Ceará. Recebeu título de Barão da Santa Sé, concedido em 1900 pelo Papa Leão XIII. A solicitação foi feita pelo então bispo do Ceará, D. Joaquim Vieira, como reconhecimento a suas ações caridosas e filantrópicas.


225chanceler2TRABALHO EM PROL DA EDUCAÇÃO
“A medalha com a qual acabo de ser agraciado há de conter uma relação com o trabalho desenvolvido em prol da educação superior, das artes e da cultura. Como instituição plural e com largo raio de ação, a Universidade de Fortaleza oferece a seus alunos e à sociedade cearense um generoso espaço cultural, ocupado permanentemente por exposições de artistas nacionais e estrangeiros; e por mostras de objetos e documentos históricos. O Teatro Celina Queiroz realiza em seu palco peças teatrais e eventos musicais, tendo se tornado um ponto de convergência cultural de Fortaleza. Quanto à literatura, promovemos todo ano um concurso de poesia e conto, premiando os vencedores do certame. Desenvolvemos também um projeto na área esportiva, porque julgamos importante para a cultura, desde os tempos da Grécia Clássica. Construímos um estádio de atletismo de pista internacional e um ginásio poliesportivo.

Essas iniciativas culturais não se destinam apenas ao público especializado, pelo contrário, os espaços são um território democrático com apelo de inclusão social. Nosso Projeto Arte-Educação entende que a arte é um agente catalisador da transmissão do conhecimento; a arte eleva o nível do aprendizado, formando cidadãos mais humanizados, capazes de formular juízos críticos e aptos para lidar com os problemas que empolgam a sociedade contemporânea. Além disso, incentivamos a difusão da arte como projeto pedagógico de longo prazo, trazendo para o espaço cultural caravanas de crianças e jovens da escola pública de todos os municípios cearenses.

A Unifor e a Academia Cearense de Letras possuem vínculos de missão e de trabalho colaborativo que merecem ser revigorados e aprimorados. Senhores acadêmicos: certo do compromisso que temos para com a cultura e a arte, agradeço a todos vocês a generosidade da presente homenagem.”

* Trecho do discurso do chanceler Airton Queiroz.


DEPOIMENTO
“A gente pode dizer que essa medalha representa um reconhecimento do trabalho que o chanceler realiza no campo da educação através de uma instituição de ensino superior como a Universidade de Fortaleza, que forma mais de 2.000 profissionais qualificados por ano, e no campo da cultura por trazer grandes exposições de renomados artistas para o conhecimento da nossa população, repercutindo positivamente para o desenvolvimento socioeconômico do estado e do Brasil”, Reitora Fátima Veras


SAIBA MAIS
O chanceler Airton Queiroz recebeu várias medalhas e menções honrosas, entre elas:
- Título Doutor Honoris Causa (Universidade de Havre, França, novembro/2011) – reconhecimento
da liderança à frente de projetos de responsabilidade social
- Medalha do Mérito Parlamentar Plenário 13 de Maio (Assembleia Legislativa do Ceará, março/
2012) – reconhecimento aos comprovados e relevantes serviços prestados à sociedade
- Mérito Cultural e Artístico Eleazar de Carvalho (Fundação Eleazar de Carvalho, julho/2012) – reconhecimento
ao contínuo apoio à arte e à cultura no estado
- Homenagem pelos 30 anos como chanceler da Universidade de Fortaleza (Unifor, agosto/2012)


 

Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 225

 

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados