Banner

POESIA | Velho agricultor

por Francisco Marcilane*

 

No meu rosto está gravada
a vida dura do sertão
e a minha dignidade
nos calos das minhas mãos
sou um velho agricultor
e sempre com muito amor
fiz a planta brotar do chão.

 

Com muita dificuldade
levo a vida no sertão
mas o homem lá de cima
nunca me deixou na mão
apesar do sofrimento
eu sou um filho abençoado
e tenho Deus no coração.

 

Para um homem ser feliz
não precisa ser doutor
basta ter paz e saúde
dar e receber amor
esta é a maior riqueza
que o Senhor concedeu
a este velho agricultor.

 

* Francisco Marcilane é auxiliar de serviços gerais na Unifor.

 

 

Leia a edição completa do Unifor Notícias Nº 217

 

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados