Banner

Revista Humanidades atinge êxito internacionalmente

 A revista científica, produzida por docentes e graduandos da Universidade de Fortaleza, atinge avaliação B2 de qualidade e entra para sistema de informação acadêmico internacional.

 

un253-03

 

Atualmente a cargo da professora Aíla Sampaio, do Centro de Ciências da Comunicação e Gestão (CCG) da Unifor, a Revista de Humanidades é um periódico, editado e publicado bimestralmente, desde de 1984, voltado para a disseminação de pesquisas realizadas no campo científico de Ciências Humanas e Sociais. A revista, que tem obtido êxito e reconhecimento internacional, é produzida por docentes da Universidade, que divulgam seus resultados em análises que englobam Psicologia, Comunicação Social, Linguística, Cinema, Literatura e outros campos. Cerca de 10 artigos são publicados por edição.

 

No último mês de agosto, a publicação foi selecionada para integrar o catálogo da Latindex (Sistema Regional de Informação Online para Revistas Científicas da América Latina, Caribe, Espanha e Portugal), estando disponível, além do português, nas línguas francesa, inglesa e espanhola. Essa conquista representa um importante reconhecimento do desenvolvimento científico proveniente das pesquisas realizadas no espaço universitário. 

 

“A Revista de Humanidades é qualificada pela Capes, portanto ‘existe’ no mundo acadêmico como uma fonte de pesquisa qualificada. O que pontua essa classificação é exatamente a utilização dos artigos nela publicados e a citação deles em artigos outros de áreas similares. O fato de a Revista estar disponibilizada na página da Unifor, estar na busca do Google, na base da Sumários.org e no catálogo Latindex faz com que ela seja mais referenciada, o que vai gerar mais citações dos artigos nela publicados e manutenção ou melhora da qualificação dela pela Capes”, explica a profa. Aíla, responsável pela seleção e edição do conteúdo.

 

A Fundação Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), do Ministério da Educação, citada pela professora, mede a qualidade do conteúdo por meio de procedimentos de avaliação realizados periodicamente.

un253-04

A Revista de Humanidades mantém o êxito de ser avaliada em indicativo de qualidade B2, em um sistema que vai de A1, o indicativo mais elevado, a C. Esse índice vem em forma de gratidão para os professores participantes, que sentem como válido e proeminente o processo de pesquisa de elaboração de artigos. “A produção científica só existe se for publicada. A pesquisa engavetada não é válida; o conhecimento precisa circular. O incentivo aos docentes e discentes se dá com horas, bolsas de pesquisa e veículos de publicação”, complementa a professora.

 

Por tratar-se se um compilado de artigos, a revista aborda discussões e estudos relevantes que envolvem áreas diversas, analisando a cultura, a sociedade, a arte, a psicologia e outros assuntos. Na primeira edição de 2015, por exemplo, aspectos da psicologia, pedagogia e inclusão social são abordados no artigo “Como agulha no palheiro: inflexões sobre as possibilidades e os limites da escolarização de crianças com transtornos mentais severos”, realizado pelas professoras Grace Troccoli e Xênia Diógenes, juntas à Lorena da Siva, ex-aluna graduada em Psicologia pela Unifor.

 

Já o espaço urbano e seu caráter mutável foram objeto de pesquisa dos professores Alessandra Oliveira e Tarcísio Bezerra Martins que, juntos ao graduando Lucas Marinho, produziram o artigo “Muros que falam: a comunicação na cidade”, resultado das discussões do grupo de pesquisa voltado à análise de Juventude e Comunicação, o Jucom. De acordo com Martins, “Todos os professores são aconselhados a desenvolver projetos de ensino, pesquisa e extensão. É importante que esse tripé da Instrução seja sempre acolhido de alguma forma. A instituição nos dá a oportunidade de fazer essa publicação diretamente numa revista dela. A (área da) Comunicação tem uma nota de Qualis (Capes) muito bacana e isso tem um peso muito bom no currículo. É ter um trabalho aceito numa revista B2!”.

 

Outros professores da Universidade de Fortaleza que também tiveram artigos publicados na edição mais recente da Revista de Humanidades são Carlos Velázquez, Márcio Acselrad e Daniel Pinheiro.

 

Revista de Humanidades Todos os artigos encontram-se, na íntegra, publicados no site da Universidade de Fortaleza: www.unifor.br.

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados