Banner

Unifor instala novos bicicletários

 Atitude pretende estimular o uso de transportes alternativos por parte de alunos e funcionários.

 

Em medida que favorece a mobilidade urbana e o meio ambiente, a Universidade de Fortaleza instalou, a cargo da Divisão de Planejamento e Espaço Físico, três estações de bicicletários nas áreas de acesso ao campus – atitude que, além de alunos, favorece também professores e outros funcionários. O projeto incentiva, em meio à valorização de movimentos de sustentabilidade, o uso de transporte alternativo.

 

Os estacionamentos para bicicletas estão disponíveis na entrada principal pela Avenida Washington Soares, nos acessos aos blocos A, B, D e E pela via Valmir Pontes e em frente ao antigo Centro de Convenções do Ceará. Cada estrutura possui seis paraciclos, sendo possível a alocação de até 12 bicicletas em cada ponto.

 

De acordo com os usuários do serviço, essa decisão da Universidade não é apenas interessante, como excelente. Para o professor de fotografia Wilton Martins, por exemplo, a implementação dos novos bicicletários é uma opção atraente em meio aos problemas de deslocamento urbano recorrentes nas grandes metrópoles. “Essas ações incentivam e permitem que as pessoas tenham interesse em vir de bicicleta, que é um meio rápido, principalmente em determinados horários. Já cronometrei o tempo que eu vim de carro e comparei com o que eu vim de bicicleta e percebi que era muito mais rápido. A minha opção hoje de vir de bicicleta se dá por conta disso, além de ser um exercício físico”, declarou Martins, que estaciona seu veículo na entrada próxima ao Centro de Convenções antigo. O professor ainda sugere que, no futuro, outras estações sejam implementadas no interior do campus, para facilitar o transporte interno.

 

un255-22

O pedido do professor não está tão longe de acontecer. Jivago Donizetti, desenhista e projetista da Divisão, alegou que, com a implementação dos bicicletários nas áreas de maior demanda, o passo seguinte é instalar em mais sete extremidades do espaço universitário. “Foi pensado em um modo alternativo de se chegar à Universidade, para que houvesse a diminuição de carros no espaço, um problema que tínhamos que resolver. No intuito de fornecer esse serviço e, consequentemente, gerar uma demanda maior, foram colocados esses três pontos específicos. Agora o projeto será ampliadoe pretendemos seguir o número inicial de cerca de dez pontos nas áreas de acesso”, explicou Donizetti, que executou o trabalho em parceria com o arquiteto Rui Raposo.

 

 

Outra funcionária que faz uso do estacionamento de bicicletas é Camila Pinheiro, que atua como analista de Marketing e designer gráfico da Universidade e que desde 2011 vem para o trabalho pedalando. “Com os bicicletários novos, a Universidade passa a considerar a bicicleta como um modal relevante para se chegar. A estrutura é a ideal para parar a bicicleta, pois você consegue prender o quadro e a roda ao mesmo tempo sem nenhum mistério. Está aprovado”, declarou, destacando a adequação e a segurança do serviço. No cotidiano, Camila utiliza o ponto próximo à entrada principal.

 

 

BIKEFIX


Implementada em conjunto com os bicicletários, outra estrutura bastante funcional é o Bikefix. Localizada, por enquanto, somente no ponto de acesso da Washington Soares, próxima ao bloco C, ela é definida como um “kit de reparos” para os ciclistas, disponibilizando as ferramentas necessárias por meio de um cabo. O serviço, devido à sua funcionalidade, tem mostrado-se útil, o que indica uma expansão futura junto aos novos estacionamentos de bicicleta.

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados