Banner

PAP - Programa de Apoio Psicopedagógico

 

O atendimento gratuito faz parte da política da cultura de inclusão e acessibilidade da universidade e visão ao bem-estar emocional e psicológico da comunidade acadêmica.

 


UN-263_HOTSITE-11

Rosa Simão tem atrofia espinhal tipo 3, mas a condição não a impediu de ir atrás dos seus sonhos. Aluna do 5º semestre do curso, ela encontrou na Unifor o auxílio que precisava para prosseguir os estudos. “A Unifor, além de ter toda uma estrutura física, também disponibiliza um atendimento emocional e psicológico com o PAP. Foi por causa desse acompanhamento que me senti acolhida e incluída dentro da Universidade e capaz de realizar meu sonho de adolescência que era cursar Psicologia”, conta Rosa.

 

Criado especialmente para atender às dificuldades de alunos, professores e funcionários da Unifor, o Programa de Apoio Psicopedagógico (PAP) é responsável por orientar e acompanhar gratuitamente pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NEE), que englobam as questões cognitivas, emocionais, físicas, motoras, visuais e auditivas.

 

Implantado em 2005, o programa iniciou suas atividades para atender às demandas de estudantes com deficiência ou com dificuldades de aprendizagem e relacionamento. Sob a orientação da professora Terezinha Joca, coordenadora do programa, implementou em 2008 os atendimentos psicológicos educacionais. Os professores também são contemplados, através do projeto Mediação do Educador para Docência Inclusive no Ensino Superior (Media), que visa prepará-los para lidar melhor com alunos que possuam necessidades educacionais específicas.

 

Devido à grande demanda por atendimento e pela expansão com o projeto Media, o PAP passou por uma reforma física durante o ano passado e foi ampliado. O novo espaço traz um ambiente mais acolhedor para quem o procura, além de oferecer um adicional à qualidade de atendimento e um clima mais agradável para os que trabalham lá. “É de suma importância a existência de um espaço acessível e que possa acolher a todos com repeito às diferenças, daí o zelo que temos com as ações do PAP, na busca incessante de evoluirmos com a proposta de fomentar a cultura da inclusão”, declara Terezinha Joca.

 

 

Atenção ao aluno

 

De acordo com Wneivton Barbosa, psicólogo do programa, a maior demanda é por atendimento psicopedagógico. Os atendimentos ocorrem em parceria com o Programa de Tutorial Acadêmico (PTA). Quando uma demanda requer mais atenção atenção, por exemplo, o aluno é encaminhado ao PAP. “Nós não somos uma clínica, por outro lado, não podemos deixar de atender a essa demanda. Então, realizamos um atendimento psicológico breve e, dependendo do caso, que é singular, pode existir encaminhamento para outros setores da Universidade ou para parceiros externos”, explica o psicólogo.

 

 

Acompanhamento desde o início

 

- O serviço de apoio em todos os âmbitos inicia-se a partir do processo de vestibular, quando o candidato assinala a necessidade de uma atenção diferenciada.

- O PAP avalia as solicitações, emite um parecer junto à comissão e disponibiliza uma equipe para atuar junto ao candidato.

- Os serviços disponíveis são de intérprete de libras, ledor, prova em braile, prova em áudio, uso do computador, apoio psicológico, além de outros necessários à acessibilidade do candidato para realização do exame.

 

 

 

O PAP oferece:


- Seis intérpretes de libras

- Acompanhamento em sala de aula, provas e estágios regulares

- Acompanhamento, tradução e interpretação do tcc

- Disciplinas EAD acessíveis em libras

- Adaptação de material acadêmico

- Instalações adaptadas para acessibilidade: plataformas elevatórias, elevadores, cadeiras e mesas adaptadas, banheiros e salas acessíveis

 

 

 

O PAP tem três objetivos principais:


- Viabilizar serviços voltados para a acessibilidade da pessoa com deficiência e dos alunos com necessidades educacionais específicas

- Oferecer suporte aos docentes, aos funcionários e aos pais de alunos no desenvolvimento de competência para praticar a inclusão educacional no ensino superior

- Contribuir com a promoção do bem-estar emocional da comunidade acadêmica

 

 

Saiba mais:


- Apesar de alunos com deficiência constituírem uma boa parcela dos atendimentos do PAP, 60% dos que buscam ajuda por conta de problemas emocionais.

- Desde 2008 o PAP abriu uma frente de estágio e passou a contribuir com a formação dos alunos do curso de Psicologia, desenvolvendo a escuta clínica no apoio ao estudante, que para além da deficiência e da dificuldade de aprendizagem, apresenta algum tipo de sofrimento psíquico.

 

 

 

PAP – Programa de Apoio Psicopedagógico


Mais informações e agendamento: 3477-3399 ou envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou envie um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. (No corpo do e-mail especifique seu nome completo, matrícula, curso (caso seja aluno) e/ou setor (caso seja funcionário), além de informações para contato.

 

Local: Sala N12

Horário: Segunda a sexta-feira, 7h30 às 12h e 13h30 às 18h

Conheça mais sobre o PAP: https://goo.gl/oF7Jxk

 

 

 

 

 

Depoimento

UN-263_HOTSITE-12

 

 

“Só tenho a agradecer ao PAP por ter ajudado a construir minha segurança, a me lembrar que sou uma pessoa normal, capaz como qualquer outra. Nunca me imaginei em um curso de graduação, na Unifor, em uma cadeira motorizada e, quando cheguei aqui, consegui tudo isso. Houve um crescimento muito grande na minha vida. O PAP realmente se preocupa em incluir as pessoas que lá fora são excluídas. Alguns dizem ‘lugar de doente é em casa’, mas nós não somos doentes. Somos eficientes e aqui sempre nos lembramos disso porque existe inclusão de verdade”.

 

Rosa Araújo Simão, 49 anos, estudante do 5º semestre de Psicologia.

 
Banner
Banner

Unifor Notícias | Portal Unifor | Fundação Edson Queiroz
Estude na Unifor | Central de Atendimento | Twitter
Fundação Edson Queiroz todos os direitos reservados